Tarifas de eletricidade recuam no primeiro semestre

| Imagem: Google

A tarifa média de eletricidade residencial no Brasil recuou 4,9% até junho, segundo dados do MME. No acumulado do ano o preço médio para essa classe consumidora é de R$ 619/MWh. No comércio, a queda na tarifa média, no mesmo período, foi de 5%, ficando em R$ 553/MWh. O maior recuo entre janeiro e junho foi observado nas tarifas para a indústria, que caíram 5,7%, com preço médio de R$ 522/MWh no período. 

Ao longo de 2016, houve alta de 5,8% na tarifa residencial, de 5,7% na comercial e de 3,6% na industrial. Já em 2015, a alta para consumidores residenciais foi de 42,5%, de 43,8% para os comerciais e de 51,7% para industriais.

 

Demanda

O MME prevê que em 2017 a demanda total de energia elétrica cresça perto de 2%. As fontes renováveis na matriz energética ficam acima de 42% e as renováveis na matriz de oferta elétrica acima de 80%. A energia eólica sobe mais de um ponto percentual na matriz elétrica.

O consumo de eletricidade (excluindo o autoprodutor cativo) subiu 1,7% em junho após queda 1,1% em maio. No ano, a taxa está em 0,7%. Em 2016, a taxa ficou negativa em 1,6%. Até junho, o consumo industrial ficou com a taxa de 0,5%; o residencial, com 1,4% e o comercial, com 0,7%.

 

Associe-se e conheça a Área do Associado, um espaço aonde você tem acesso a estudos, apresentações, documentos dos principais órgãos do SEB e mais! Não perca tempo e entre em contato!

 

Fonte: Brasil Energia.