Workshop em Curitiba fomentará debate técnico e comercial sobre as Centrais Geradoras Hidrelétricas | Full Energy

A hidroeletricidade é a principal fonte de energia elétrica do Brasil. Mas quando se fala da participação desta fonte na matriz energética brasileira, logo se pensa nas grandes usinas, como Itaipu, Furnas, Jirau e Belo Monte. Outro tipo de usina geradora de hidreletricidade no país, e que ganha relevância cada vez maior, é a Pequena Central Hidrelétrica (a PCH), que corresponde hoje a 3,5% de toda a capacidade instalada do sistema interligado nacional.

Mas você já ouviu falar nas Centrais Geradoras Hidrelétricas (as CGHs)? Elas também utilizam o potencial hidrelétrico para produzir eletricidade e correspondem a empreendimentos que geram até 3 MW de energia, segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Atualmente, o Brasil possui 554 unidades de CGHs em operação instaladas em todo seu território, que representam 425.428 kilowatts (kW) de potência instalada. Com essa abrangência, essas centrais geram aproximadamente 0,2% do total da matriz energética brasileira.

 

WORKSHOP NACIONAL DE CGHs

E serão exatamente as CGHs as grandes estrelas de um evento que a Associação Brasileira de PCHs e CGHs (a ABRAPCH) promoverá no final de março, em Curitiba, no Paraná.

Será o 1º Workshop Nacional de CGHs, que tem como grande desafio fomentar o mercado deste tipo de geração no país. Serão debatidos no evento assuntos como os leilões, o licenciamento ambiental, as expectativas geradas a partir da nova legislação aprovada no ano passado, além de questões técnicas.

O Workshop ocorrerá nos próximos dias 28 e 29 de março, na Estação Eventos, em Curitiba, PR.

 

Fonte: Full Energy