Leilão de reserva: Resultado aquém das expectativas, mas positivo pelo sinal

A AbraPCH avalia que o resultado do leilão de reserva realizado na semana passada é positivo por entender que o governo reconhece o papel das pequenas usinas hídricas na matriz energética, embora o volume contratado seja considerado aquém do considerado como ideal para a manutenção da cadeia produtiva.

 

O setor considera um patamar mínimo de contratação da ordem de 500 MW por ano, enquanto que o leilão de reserva apresentou compra de 180 MW de capacidade instalada – 95 MW de garantia física – de 30 usinas.

 

Em carta divulgada nesta segunda-feira (26/9), a associação disse que, diante do resultado, os esforços serão direcionados para a realização "urgente" de um leilão A-5 no primeiro trimestre do próximo ano, como forma de dar ao setor "o fôlego necessário para sobreviver".

Fonte: Brasil Energia

 

CLIQUE AQUI  e confira a carta do presidente da ABRAPCH, Paulo Arbex