Aneel espera remarcar leilão de transmissão para outubro


O diretor da Agência Nacional de Energia Elétrica André Pepitone disse nesta quarta-feira, 24 de agosto, que espera que o leilão de transmissão seja realizado ainda em outubro deste ano. Ele admitiu que um dos pontos que levaram ao adiamento do certame foi a proximidade da licitação com a conclusão do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, previsto para terminar entre os dias 30 e 31 de agosto.
 


O edital do leilão de transmissão foi aprovado pela diretoria da Aneel em 2 de agosto e o certame estava marcado para 2 de setembro, com 25 lotes e expectativa de R$ 12,6 bilhões de investimento. A Receita Anual Permitida Máxima (RAP), que chegou a R$ 2,3 bilhões, representou um aumento de 10,2% em referência ao valor inicialmente previsto.


 
Com o adiamento, a Aneel pretende reduzir o número de lotes e reavaliar as RAPs, disse Pepitone sem dar muitos detalhes. “O momento está inoportuno diante do cenário político que o país vivência. Como isso foi um fator para postergar o leilão, então encontramos uma oportunidade de reavaliar essa quantidade de lotes... Ver com o planejamento o que de fato é prioritário e, num segundo momento, reavaliar os valores das RAPs... A expectativa é que se realize o leilão ainda em outubro”, declarou o diretor da Aneel após participar de evento em São Paulo.
 

Fonte: Canal Energia